IMLB - Instituto Mãos Limpas Brasil

Missão: Ser a Entidade mais ética da História do Brasil

Diretor de Redação

Mtnos Calil

Login

"Antigamente os cartazes nas ruas com rostos de criminosos oferecia recompensas, hoje em dia pede votos...
E o pior é que o BRASILEIRO dá...

Senadoras comem na Mesa Diretora - Foto: André Dusek/Estadão

Senadoras comem na mesa diretora 

 

Após quatro horas, luzes do plenário são religadas; presidente do Senado afirma que não vai acionar a polícia: 'Sessão será retomada quando a ditadura deixar'

 

 

Elaborada pela equipe econômica do presidente Michel Temer, a reforma trabalhista altera as relações de trabalho entre patrão e empregado. Entre as principais mudanças, está o fortalecimento dos acordos fechados diretamente entre as partes, que passam a ter prevalência sobre as determinações previstas na lei. (Fernando Nakagawa, Julia Lindner, Thiago Faria).

ACOMPANHE AO VIVO aqui: http://economia.estadao.com.br/ao-vivo/reformatrabalhista

17h03 - 11/07/2017

O senador João Alberto (PMDB-MA) tentou há pouco retomar a sessão do plenário do Senado, após quase cinco horas de interrupção das atividades. O senador ameaçou usar um dos microfones da mesa, mas foi impedido pelas parlamentares da oposição que seguem ocupando todas as cadeiras da mesa diretora do Senado.

Após a tentativa frustrada de João Alberto, senadoras da oposição e o senador discutiram rapidamente e o parlamentar segue em pé ao lado das senadoras. A obstrução à sessão do Senado que iria votar a reforma trabalhista é liderada pelas senadoras Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Fátima Bezerra (PT-RN).

No plenário, estão vários dos senadores da oposição e poucos da base governista, entre eles o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR). (Fernando Nakagawa, Júlia Lindner e Thiago Faria) 

 

 

 

Pin It

Logo TAYSAM Web Design 147x29